Infográfico NCF

Formad entrega documento com recomendações para implementação do Código Florestal no Estado

Por: Djhuliana Mundel / ICV
De Cuiabá
Fonte: ICV

O Fórum Mato-grossense de Meio Ambiente e Desenvolvimento (Formad) esteve reunido, na última semana, com a secretária de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), Ana Luiza Peterlini, para entregar um documento com recomendações para a efetiva implementação do Código Florestal em Mato Grosso, com o objetivo somar esforços para implementar o Código no estado, apontando prioridades.

Esse documento, estruturado por temas acerca do Código Florestal e enumerando as prioridades, foi elaborado ao longo dos últimos 18 meses, através de debates que entre instituições-membros do Conselho Estadual de Meio Ambiente (Consema) e integrantes do Formad.

Dentro da temática do Cadastro Ambiental Rural (CAR), a validação das informações é tida como a primeira prioridade. Para a efetiva validação das informações declaradas no CAR, será necessário um aporte de recursos técnicos e de pessoal.

Segundo Peterlini, o cadastro está consolidado no estado e o maior desafio neste momento é validar essas informações. “O CAR já está consolidado em Mato Grosso. Precisamos agora validar essas informações. Já temos o Módulo de Análise, mas não temos gente suficiente para fazer essa validação, por essa razão não temos um prazo para finalizar esse trabalho”, disse a secretária. De acordo com estimativas da Sema, com a atual estrutura da secretaria, a previsão para finalização da validação do CAR é de sete a oito anos.

Outro ponto colocado dentre as prioridades é a regulamentação do Programa de Regularização Ambiental (PRA), que ainda não foi definido. A secretária adiantou que essa regulamentação será feita por meio de decreto. “Retiramos a proposta que estava na Assembleia Legislativa e estamos elaborando uma nova”, disse ela. Ana Luiza Peterlini assegurou que as instituições membros do Consema serão ouvidas para formulação do decreto de regulamentação do PRA.

João Inácio Wenzel, secretário executivo do Formad, disse que o grupo agora vai repassar as informações prestadas pela Sema e disseminá-las para a comunidade. “Através das informações que obtivemos nessa reunião o nosso próximo passo é disseminar isso para a base, as comunidades tradicionais, para que eles compreendam que também fazem parte desse processo e apresentem suas contribuições”.

Entre os temas abordados no documento constam ainda a Cota de Reserva Ambiental (CRA), a definição das atividades rurais em assentamentos, pequenas propriedades e territórios de povos e comunidades tradicionais, a regulamentação das áreas de uso restrito e os instrumentos de participação e acompanhamento da sociedade civil.

Sem título

Formad

O Formad, criado em 1992, é uma articulação da sociedade civil que tem o objetivo de democratizar as informações e o debate socioambiental e propor alternativas de desenvolvimento sustentável para a melhoria das condições de vida da população.

Baixe o infográfico aqui.

Conteúdo relacionado

3ª Romaria do Cerrado
Ações do estado de MT contra territórios tradicionais são derrubadas no STF. Quilombolas e indígenas manifestam-se em Brasília e em Cuiabá.
MAIS UMA CHACINA ANUNCIADA EM MATO GROSSO
As diferentes facetas do retrato da violência no campo em Mato Grosso
Modelo de regularização fundiária não inclui pequeno produtor, diz fórum
V Mostra socioambiental do Araguaia "Nós somos terra"
Indígenas da Bacia do Teles Pires se mobilizam, em Brasília, por seus direitos frente a empreendimentos hidrelétricos
Formad recomenda modelos de regularização ambiental adaptados à realidade da agricultura familiar e de povos e comunidades tradicionais.
Dois casos sérios de agrocombustiveis
MULHER: SEMENTE DE VIDA E RESISTÊNCIA
Organizações lançam propostas socioambientais para a agenda política de Mato Grosso
Organizações lançam estudos sobre as atuais ameaças ao bioma Pantanal
Dia 3 de dezembro: Mato Grosso vai às ruas exigir o fim do uso de agrotóxicos!
Usina Teles Pires: Justiça ordena parar e governo federal libera operação, com base em suspensão de segurança
Organizações lançam nota em apoio à operação "Terra Prometida" em Mato Grosso
03 de dezembro: Ato contra o uso de agrotóxicos em Cuiabá
Dossiê Abrasco: o grito contra o silêncio opressivo do agronegócio.
Encíclica papal aborda desigualdades na agricultura
Dossiê sobre agrotóxicos será lançado em Cuiabá e Rondonópolis
Pantanal por inteiro, não pela metade