Política Ambiental

- Apoio

Carta aberta de apoio ao IBAMA

 

Nós, sociedade civil organizada, sujeitos coletivos, grupos de pesquisa e organizações não governamentais, temos assistido com espanto aos imensos retrocessos nos campos jurídico, executivo, legislativo e institucional brasileiros. Na área ambiental não tem sido diferente, aliás é o setor mais duramente castigado por aqueles que não expressam a menor preocupação com o interesse coletivo.

Nesse contexto, apesar das crescentes dificuldades para a execução das políticas ambientais nacionais, estaduais e municipais, as instituições dedicadas à proteção do meio ambiente seguem mobilizadas, evitando que órgãos como Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade e Ibama sejam loteados politicamente e percam condições de implementar a missão para a qual foram criados. Por esta razão, as organizações abaixo-assinadas repudiam veementemente as ameaças e agressões proferidas por parlamentares contra a presidente do Ibama, Suely Araújo, e contra os servidores ambientais quando no pleno exercício de suas funções constitucionais.

Entendemos que os esforços empreendidos pelos servidores ambientais, notadamente sob a liderança da presidente Suely Araújo, são não apenas um alento ao atual contexto de retrocessos, mas a esperança de que, mesmo atacada, a política ambiental precisa ser aprimorada e implementada para garantir aos brasileiros um futuro com qualidade de vida e mais igualdade. É bom lembrar que as instituições tão somente não garantem à sociedade um ambiente ecologicamente saudável, sem o compromisso de pessoas empenhadas em cumprir esta missão. Deste modo, ressaltamos que as ações desempenhadas por esses servidores não seguem orientações arbitrárias, pelo contrário, obedecem de maneira honesta e séria aos dispositivos legais ao cumprir o que determina a lei.

Assinam esta carta aberta:

Associação Fé e Vida (Fé e Vida)

Associação Xaraiés (Xaraiés)

Fórum Mato-Grossense de Meio Ambiente e Desenvolvimento (Formad[1])

Federação de Órgãos para Assistência Social e Educacional (Fase/MT)

Grupo Pesquisador em Educação Ambiental, Comunicação e Arte (GPEA/IE/UFMT)

Instituto Caracol (ICaracol)

Instituto Centro de Vida (ICV)

Instituto Floresta de Pesquisa e Desenvolvimento Sustentável (IFPDS)

Instituto Gaia (Gaia)

Instituto Socioambiental (ISA)

Laboratório de Estudos e Pesquisa da Diversidade da Amazônia Legal (Leal/Unemat)

Núcleo de Estudos Ambientais e da Saúde do Trabalhador (Neast/ISC/UFMT)

Operação Amazônia Nativa (Opan)

Rede Brasileira de Educação Ambiental (Rebea)

Rede Mato-grossense de Educação Ambiental (Remtea)



[1] O Formad, assim como a Rebea, é uma rede que agrega cerca de 30 instituições do campo socioambiental.