Encontro inédito reunirá em Canarana agentes socioambientais

Por Fernanda Bellei (ISA) – Mais de 250 pessoas que passaram pelas formações de agentes socioambientais, promovidas pela Campanha ‘Y Ikatu Xingu desde 2006, terão a oportunidade de se encontrar no 1º Seminário de Agentes Socioambientais, que será realizado em Canarana, nos dias 15, 16 e 17 de abril. O evento será palco para o lançamento do livro “Plantando florestas, mudando vidas”, que conta algumas histórias dessas pessoas que se tornaram agentes de mudanças em suas comunidades. A entrada é franca e aberta a toda a comunidade. As atividades serão realizadas no CTG (Centro de Tradições Gaúchas), no Viveiro Municipal de Canarana e na Casa da Criança.  As reservas de convites devem ser feitas até o dia 30 de março, pelo telefone 3478-3491.

Cristina Velasquez, uma das organizadoras do evento, explica que o encontro visa proporcionar a troca de experiências entre os agentes. “Nesse seminário, teremos a oportunidade de conhecer os avanços das iniciativas que começaram nos cursos e poderemos atualizar as informações sobre as atividades da Campanha ‘Y Ikatu Xingu, nas áreas de restauração florestal e ações educativas”. Cristina é assessora do Programa Xingu, no ISA (Instituto Socioambiental), uma das organizações criadoras da Campanha ‘Y Ikatu Xingu.

O seminário será aberto com exposição dos trabalhos de cada um dos agentes que participaram das formações. Lá, eles poderão mostrar como têm aplicado seus aprendizados, depois de passar pelo processo educativo.

A programação traz também quatro oficinas, entre elas “Os povos indígenas do Brasil e do Xingu: quem são, como vivem e quais são seus costumes” com os instrutores Majoi Gongora (ISA) e Takã Ywalapti. Para as crianças, haverá apresentação do “PIB mirim”, uma página eletrônica criada pelo ISA que traz, de maneira didática, informações sobre a cultura de cada etnia indígena. 

As outras três oficinas serão “Elaboração e gestão de projetos socioambientais”, com Rodrigo Junqueira (ISA); “Coleta e comercialização de sementes florestais”, com Eduardo Malta, Nicola Costa (ISA) e Ivan Loch (Secretaria de Agricultura Canarana) e “Alternativas pedagógicas e o desenvolvimento da criança”, com Vanda Amaro e Luana Pimentel (Escola Waldorf Livre Moara, Brasília-DF).

O evento terá ainda uma mesa redonda com o tema “O que é ser um agente de mudança socioambiental” e promoverá visitas a projetos educacionais desenvolvidos em quatro escolas de Canarana, através do Fundo Xingu Educadores. O encerramento será feito com um coquetel especial, com cardápio que valoriza a culinária do Cerrado.
 
Agentes socioambientais: formando a floresta de gente
A Campanha ‘Y Ikatu Xingu já formou seis turmas de agentes socioambientais, contemplando as regiões leste, nordeste e oeste da bacia do Xingu. Essas formações envolveram cerca de 250 agentes e mais de mil pessoas, indiretamente, com ações práticas em escolas, aldeias e comunidades. A educação tem lugar estratégico para as ações de proteção e recuperação das nascentes e matas ciliares no estado de Mato Grosso, sobretudo para contribuir com a mudança de atitude de cada pessoa em relação ao ambiente.
A região do Xingu, ocupada tradicionalmente por populações indígenas, se transformou, nos últimos 20 anos, em uma das regiões mais sociodiversas do planeta, com a vinda dos migrantes do sul do país, bem como de outras regiões brasileiras. Na bacia do Xingu, encontram-se 24 etnias indígenas, que falam mais de 15 idiomas.  A linha de ação educacional da Campanha desenvolve processos formativos junto a diferentes grupos sociais, tanto no eixo da BR 158 quanto na BR 163, no estado de Mato Grosso. Saiba mais sobre a Campanha ‘Y Ikatu Xingu no site: www.yikatuxingu.org.br.

Compartilhar Notícia

Últimas Notícias