Seminário sobre o Zoneamento Sócio Econômico Ecológico reúne lideranças indígenas de MT

Estação Vida –  Começou  nesta última terça-feira, dia 29, o  1º Seminário dos Povos Indígenas de Mato Grosso, reunindo representantes de entidades ambientalistas, movimentos sociais e mais de 40 etnias indígenas para debaterem o Zoneamento Sócio Econômico Ecológico no estado de Mato Grosso. O projeto partiu de uma iniciativa do Instituto Maiwu que fez parceria com Formad, PNUD, Seplan e Funai para conseguir realizar o projeto.

O seminário é dividido em duas partes principais a primeira com palestras que explicam o que é o zoneamento e como ele funciona, e a segunda é a formação de grupos de trabalho divididos em  áreas de atuação dos povos indígenas para um melhor aprofundamento sobre as questões em pauta para cada região. O programa segue duas diretrizes, uma é como lidar com o entorno das reservas indígenas: “Nós queremos fixar a maneira como as comunidades agiriam com o entorno das terras indígenas, pois, dentro das reservas a situação do desmatamento está controlada”, aponta Miguel Aparício coordenador do Formad .

A outra diretriz é como criar alternativas para lucrar com a floresta sem destruí-la. “Vocês me perguntam como que nós vamos competir com a madeira e o diamante? Simples, nós não vamos competir e sim criar alternativas”, explica Plácido Costa, do PNUD. O Seminário Indígena sobre Zoneamento Sócio Econômico Ecológico começou terça- feira (29) no Hotel fazenda Mato Grosso e vai até quinta-feira (31).

Compartilhar Notícia

Últimas Notícias